Robert conscientiza a população sobre o Maio Laranja contra o abuso de crianças e adolescentes

  1. Maio 20 - 2020
  2. Ações, Artigos
  3. (0) Comentário

Líderando o ranking nacional de casos registrados de estupros de crianças e adolescentes, Mato Grosso do Sul lançou no dia 10 de Maio deste ano, a campanha Maio Laranja, de combate ao abuso e exploração sexual.

Dados da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) revelam que Mato Grosso do Sul lidera o ranking nacional de casos registrados de estupros de crianças e adolescentes. De 1º de janeiro até o dia 10 de abril de 2019, a Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) registrou 141 crimes, sendo nove tentativas de estupro, 10 violências doméstica e 122 estupros.

Como forma de conscientizar a população para esta causa, o vereador Robert Ziemann abordou o tema durante a sessão, aonde o mesmo enfatizou o nosso Município de Maracaju aonde consta segundo informações da Polícia Civil, casos de violência e abuso infantil, apontando que no ano de 2019 tivemos registrados 12 casos com crianças de 0 a 11 anos, e 14 casos com adolescentes dos 12 aos 17 anos, sendo 5 destes casos, envolvimento com alguém da família.

Robert também aproveitou a fala para agradecer ao CREA e ao Conselho Tutelar pelo excelente trabalho que vêm desempenhando, contando com o apoio dos mesmos afim de alertar e  conscientizar à todos sobre o Maio Laranja, em especial aos professores que participam do processo de aprendizado dessas crianças, para que os mesmos possam incentivar crianças e adolescentes à fazerem a denúncia em casos específicos.

"Precisamos conscientizar a população e alertar para que sejam feitos denúncias referentes à tais atos contra crianças e adolescentes, para que possamos buscar meios legais para ajudar nessa causa, visto que muitas dessas crianças levam consigo esse assédio por uma vida inteira e que acabam atrapalhando os relacionamentos familiares e assim por diante." - apontou Robert.

Para quaisquer abusos contra crianças e adolescentes, você possa estar denunciando através do disque 100 ou pelo Conselho Tutelar de Maracaju 67 3454-3022.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *