Vereador Robert Ziemann reforça pedido de implantação de Clínica de Atendimento Pós-Covid e ampla divulgação do tratamento precoce.

  1. jun 05 - 2021
  2. Ações, Indicações, Notícias, Requerimentos
  3. (0) Comentário

Parlamentar reforçou que clínica atenderia nos serviços de fisioterapia e também psicologia, possibilitando melhorias nos pacientes com sequelas da doença.

Na 17º Sessão da Câmara Municipal realizada na terça-feira 01-06 o Presidente da Câmara Municipal Robert Ziemann (PSDB) encaminhou um pedido ao Prefeito Marcos Calderan e também ao Secretário Municipal de Saúde Thiago Olegário Caminha.

O pedido visa reforçar a divulgação não somente do alto índice de contaminação do COVID-19, mas também do alto índice de cura da enfermidade, Robert destacou ainda que essa demanda veio de diversos segmentos da sociedade, especialmente em uma reunião junto ao Conselho de Pastores, foi indagado sobre o tratamento precoce da COVID-19.

“Por isso, pedimos que a Prefeitura de Maracaju não só divulgue os boletins informativos de casos de contaminação, mas também o que está sendo feito de prevenção no nosso município para que seja evitado a questão do COVID-19.” Explicou Robert.

O Presidente da Câmara ainda reforçou a necessidade da criação de uma Clínica de Atendimento Pós-covid, sendo que este local contaria com atendimento especializado de fisioterapeutas e psicólogos, justamente para atender as demandas de melhorias após a cura da doença.

Segundo a fisioterapeuta e professora do curso de Fisioterapia da Estácio, Indianara Araújo, o coronavírus causa um processo inflamatório importante nos pulmões, afetando diretamente a troca gasosa e, por isso, os pacientes podem entrar em falência respiratória muito rapidamente. “O trabalho do fisioterapeuta é avaliar o sistema respiratório dos infectados para verificar a troca gasosa e os sinais de desconforto respiratório, verificando a necessidade de oxigenoterapia, suporte ventilatório não invasivo ou invasivo”, explica.

A fisioterapia também tem papel muito importante na fase de transição do tratamento, quando o paciente deixa de necessitar de auxílio mecânico para a respiração e precisa retomar a sua autonomia respiratória e funcional. “Quem passa muito tempo na ventilação pode apresentar, ainda, quadro de fraqueza muscular generalizada, pois passou muito tempo com o corpo imóvel e recebendo medicações a base de corticoide. Isso causa perda da massa muscular e da funcionalidade do corpo, com restrições importantes na mobilidade. Por isso, mesmo após a alta, é necessário que o acompanhamento fisioterapêutico seja mantido”, conta.

Fonte: https://abrasilia.com/fisioterapeuta-tem-papel-fundamental-na-recuperacao-da-covid-19/

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *