Robert Ziemann realiza o 4º Bate Papo Azul – Eu nasci com a VOZ em minhas MÃOS!

  1. set 13 - 2021
  2. Ações, Notícias
  3. (0) Comentário

Nesta sexta (10) às 19hs o presidente da câmara Robert Ziemann (PSDB) participou de uma Live alusiva ao Setembro Azul, mês de visibilidade da pessoa surda em parceria com o Instituto Pequeno cidadão.

A Live teve como convidadas a Professora de Libras e Português Lidiane Vargas e a instrutora de libras Ana Cristina Machado e teve como intermediador o vereador Robert Ziemann.

Esse ano o tema abordado é “Eu nasci com a voz em minhas mãos”, o objetivo é valorizar o protagonismo da pessoa surda, o respeito pela identidade, a cultura, a comunicação em Libras e o acesso linguístico e rememorar o mês de setembro, que é um marco de luta e conquistas da  comunidade surda.

Robert Ziemann é o idealizador do projeto que dispõe a implantação do CMIL Centro Municipal de intérprete de Libras no Município.

O setembro azul é o mês da visibilidade da Comunidade Surda Brasileira, pois, é marcado por diversos eventos voltados para a conscientização sobre a acessibilidade e a comemoração das conquistas obtidas pela comunidade surda ao longo dos anos.

O motivo da cor azul é porque durante a Segunda Guerra Mundial os nazistas identificavam as pessoas com deficiência com uma faixa azul no braço, por considerá-las inferiores. E os surdos também foram obrigados a usá-la. Com o fim da guerra e o passar dos anos, a cor passou a simbolizar ao mesmo tempo a opressão enfrentada pelos surdos e o orgulho da identidade surda.

Hoje, a cor azul turquesa é usada, por ser uma cor viva e vibrante, que representa a riqueza cultural da comunidade surda.

Durante a Live foram ressaltadas diversas dificuldades que a comunidade surda enfrenta em nossa cidade desde a ida ao médico, banco, ao comércio local, palestras e outros. Além da dificuldade da formação de uma pessoa em interprete de libras, muitas pessoas desconhecem sobre a causa.

O projeto visa abrir portas para a comunidade surda gerando uma sociedade mais justa e gerar empatia para que as pessoas tenham interesse e busquem aprender a língua, pois, a única limitação dessas pessoas é a sociedade.

Para saber mais acesse: https://www.facebook.com/ProjPequenoCidadao/videos/4155304077930075

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *